Biblioteca escolar e mediação de leitura: uma proposta de fichas pedagógicas de registro dos livros

Rovilson José da Silva, Gisleine de Oliveira Tenório

Resumo


Introdução: Este artigo aborda a formação social e acadêmica do educador de Biblioteca Escolar e sua contribuição no desenvolvimento de práticas de mediação de leitura para a formação do leitor, por meio da biblioteca escolar.

Objetivo: Verificar como a biblioteca escolar, sua organização pedagógica e a contação de histórias contribuem com a formação de leitores.

Metodologia: A pesquisa é de cunho bibliográfico com o método documental baseada em documentos pessoais, escritos e em documentos oficiais. Fundamenta a pesquisa as concepções de: Silva, Lajolo, Zilberman que conceituam leitura; documentos da UNESCO e Barbosa et. al. a respeito da organização da Biblioteca Escolar.

Resultados: Como resultado dessa pesquisa obteve-se uma ficha de registro bibliográfico como auxílio na formação contínua do educador de biblioteca para que todos os educadores escolares possam utilizar os livros em sala de aula no momento de contação de histórias e, portanto, ampliar sua prática pedagógica de mediação de leitura.

Conclusões: Conclui-se que o educador da biblioteca escolar tem a função mediar a aprendizagem do aluno, estimulando-o a ler e apresentando-lhe literaturas que contribuam para seu amadurecimento como leitor, cabe ressaltar que o ambiente físico da biblioteca deve estar adequado para receber este leitor para que propicie a aproximação do leitor com o livro.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2014v3n1-2p197

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br

 


 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.