Regime de informação: contribuições para implementação de políticas institucionais de desenvolvimento da pós-graduação stricto sensu e para atendimento à avaliação da Capes; Sistema de información: contribuciones para implementar políticas de ...

Rosângela Ramsdorf Zanetti, Terezinha Elisabeth da Silva

Resumo


Introdução: A avaliação dos programas de pós-graduação, realizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) há mais de 35 anos, com base em informações coletadas junto aos próprios programas, constitui-se em uma importante política governamental para impulsionar o desenvolvimento da pós-graduação e da pesquisa científica e tecnológica no Brasil.

Objetivo: identificar e analisar o regime de informação adotado no processo de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu da UEL, assim como os elementos que os compõem, visando a melhoria do processo de informação da Capes e subsídios para o planejamento de políticas institucionais de desenvolvimento da pós-graduação, da produção científica e tecnológica em âmbito institucional.

Metodologia: A pesquisa de natureza aplicada utilizou como estratégia de investigação qualitativa um roteiro de entrevista, junto aos coordenadores de programas de pós-graduação stricto sensu da UEL, que permitiu identificar e caracterizar o regime de informação presente no processo de avaliação, seus elementos, bem como as possíveis interferências para o desenvolvimento dos programas nesse contexto.

Resultados: O regime de informação no processo de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu da UEL é caracterizado da seguinte forma: “Atores” que interagem entre si, utilizando-se de “recursos” para busca e tratamento das informações necessárias ao processo de avaliação e que, por meio de “canais”, disseminam os produtos e resultados que, por sua vez, geram “mensagens” diversas, com diferentes níveis de compreensão e de atuação.

Conclusões: Apresentam subsídios e reflexões para gestores acadêmicos e administrativos para uma melhor gestão da informação, para o estabelecimento de políticas de desenvolvimento dos programas e das atividades de pós-graduação stricto sensu e para o processo de avaliação da Capes.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-4390.2012v1n1/2p20

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Inf. Prof.

Londrina/PR - Brasil
ISSN: 2317-4390 (versão online)

DOI: 10.5433/2317-4390

infoprof@uel.br

 


 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.