Tinha uma pedra: interlocuções entre o ensino de história e a história pública na implementação da lei 11.645-08

Maria de Fátima Barbosa Pires

Resumo


Este trabalho pretende discutir os novos horizontes, os desafios e possibilidades para o historiador, em áreas de fronteiras, em uma perspectiva exploratória do campo da História Pública. O Ensino de História pode ser compreendido em diálogo com este campo, na medida em que contribui para divulgação dos saberes históricos.  Pretende também demonstrar algumas potencialidades da História Pública na implementação da lei 11.645-08, por meio da realização de aulas no formato de oficinas, com estudantes de oitavo e nono ano do ensino funadamental na Escola Municipal Altivo César, situada no bairro do Barreto em Niterói (RJ). Estas oficinas foram propostas a partir das contribuições teóricas e conceituais da teoria intercultural, considerando-se  as especificiades da produção do conhecimento histórico escolar, com vistas a problematização da questão cultural brasileira e seus tensionamentos a partir dos processos colonizatórios. No ano em que se iniciou a pesquisa, a escola de samba Unidos da Viradouro, bradou pela identidade local de Niterói, (que em tupi guarani significa “águas escondidas”) possibilitando aproximações entre os estudantes e as narrativas invisibilizadas em sua própria cidade em versos carnavalescos na Sapucaí. A Pedra de Itapuca constitui-se como uma dessas narrativas e será explorada neste artigo como demonstrativa das relações estabelecidas entre o Ensino de História e a História Pública, esta capaz de nos auxiliar na problemática que corresponde a outra pedra no meio do caminho: a sala de aula não é mais hegemônica no acesso aos conhecimentos. A metodologia adotada foi a de uma abordagem qualitativa, na pesquisa-ação, com a intenção de descrever e analisar os caminhos possíveis para implementação desta lei.


Palavras-chave


História Pública; Interculturalidade; Ensino de História (lei 11645-08); Culturas indígenas e africanas – currículo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2019v25n2p297

Apontamentos

  • Não há apontamentos.