O PNLD e a educação em Direitos Humanos: da definição dos critérios de avaliação à inserção nas coleções de História

Aléxia Padua Franco, Emilene Júlia da Silva Freitas Carvalho

Resumo


Neste artigo, temos como propósito analisar como o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) /2013 inseriu a Educação em Direitos Humanos (EDH) como critério de avaliação das coleções didáticas de História para os anos iniciais do Ensino Fundamental.Inicialmente, apresentamos como o PNLD, enquanto política pública, instituiu a EDH como critério de avaliação das coleções. Sintetizamos, também, as diferentes concepções de DH que permeiam os debates nesta área, as quais embasaram a análise documental dasresenhasdascoleçõesdisponíveisnoGuiadoPNLDHistória-2013,observando como a EDH foi considerada no processo de avaliaçãonos parágrafos queanalisavam como a coleção abordava a construção para a cidadania e aqueles em que o focoera a históriaeculturadaÁfrica,dosafrodescendentesedospovosindígenas. As análises realizadas apontaram que as coleções didáticas aprovadas inseriram a EDH de forma tímida e superficial para atender às exigências do edital, predominando, nas abordagens, a concepção hegemônica de Direitos Humanos.

Palavras-chave: Educação em Direitos Humanos. PNLD. Livro didático de História.Anosiniciais do Ensino Fundamental.


Palavras-chave


Educação em Direitos Humanos. Ensino de História. Livro didático

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2019v25n1p529

Apontamentos

  • Não há apontamentos.