Apropriações do tempo presente no Livro Didático de História: o caso das Jornadas de junho de 2013

Flavia Eloisa Caimi, Letícia Mistura

Resumo


Parte-se do pressuposto de que o tempo presente constitui um objeto de análise privilegiado do historiador, cuja contribuição é produzir reflexões de natureza histórica que combatam o efêmero, produzam sentidos da experiência diante do esquecimento e forneçam elementos de inteligibilidade do contexto. Investiga-se como o tema das Jornadas de Junho de 2013 é apresentado nos livros didáticos de História, tomando como corpus as 19 coleções inscritas no PNLD 2017, destinadas aos anos finais do ensino fundamental. Em tal corpus, analisa-se a narrativa historiográfica adotada, as propostas de atividades, as interpelações positivas e negativas atribuídas ao assunto, os materiais que subsidiam o tema e, por fim, as orientações destinadas aos professores para ancorar a abordagem em sala de aula, conforme disposto no Manual do Professor. Conclui-se que a narrativa das Jornadas de Junho de 2013 nos livros didáticos de História é predominantemente descritiva, baseada em fontes jornalísticas, com restritas possibilidades de estabelecer análises diacrônicas do fenômeno. Há, todavia, abordagens que trazem os eventos de forma problematizadora, expondo a conjuntura a partir de diversos ângulos e dando voz a diferentes sujeitos/grupos sociais


Palavras-chave


História do tempo presente; Livro Didático de História; Jornadas de Junho

Texto completo:

PDF

Referências


ANASTASIA, Carla Maria Junho; RIBEIRO, Vanise Maria. Piatã – História. Curitiba: Editora Positivo, 2015.

APOLINÁRIO, Maria Raquel (Editora Responsável). Projeto Araribá - História. 4. ed. São Paulo: Editora Moderna, 2015.

AZEVEDO, Gislane; SERIACOPI, Reinaldo. Projeto Teláris - História. 2. ed. São Paulo: Ática, 2015.

BERUTTI, Flávio. História para nosso tempo. Curitiba: Editora Positivo, 2015. BOULOS JÚNIOR. Alfredo. História, Sociedade & Cidadania. 3. ed. São Paulo: Editora FTD, 2015.

BRAICK, Patrícia Ramos. Estudar História: das origens do homem à era digital. 2. ed. São Paulo: Editora Moderna, 2015.

BRASIL. Guia de livros didáticos. PNLD 2017: História - Ensino fundamental/anos finais. Brasília, DF Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, 2016. 140 p.

CALAINHO, Daniela Buono; FERREIRA, Jorge. VAINFAS, Ronaldo; FARIA, Sheila de Castro. História.doc. São Paulo: Editora Saraiva, 2015.

CAMPOS, Flávio de; DOLHINIKOFF, Miriam; CLARO, Regina. História nos dias de hoje. 2. ed. São Paulo: Editora LeYa, 2015. CARDOSO, Oldimar. História Cidadã. São Paulo: Editora AJS, 2015.

CERENCIO, Priscila (Editora Responsável). Tempo de História. 2. ed. São Paulo: Editora do Brasil, 2015.

CERQUEIRA, Célia; PONTES, Maria Aparecida; SANTIAGO, Pedro. Integralis – História. São Paulo: Editora IBEP, 2015.

CERTEAU, M. de. A escrita da história. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

CHAUVEAU, Agnès; TÉTART, Philippe. (org.). Questões para a história do presente. Bauru: EDUSC, 1999. CHOPPIN, Alain. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 3, p. 549-566, set./dez. 2004.

COTRIM, Gilberto; RODRIGUES, Jaime. Historiar. 2. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2015.

DELGADO, Lucília de Almeida Neves; FERREIRA, Marieta de Moraes. História do tempo presente e ensino de História. Revista História Hoje, v. 2, n. 4, p. 19-34, 2013.

FICO, Carlos. História do Tempo Presente, eventos traumáticos e documentos sensíveis: o caso brasileiro. Varia História. Belo Horizonte, v. 28, n. 47, p.43-59, jan./jun. 2012.

FIGUEIRA, Divalte Garcia; VARGAS, João Tristan. História: tempo e cultura. Curitiba: Base Editorial, IBEP, 2015.

FIGUEIRA, Divalte Garcia; VARGAS, João Tristan. História: tempo e cultura. Curitiba: Base Editorial, IBEP, 2015.

HARTOG, François. Regimes de historicidade: presentismo e experiências do tempo. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

HOBSBAWM, Eric. O presente como história. In: HOBSBAWM, Eric. Sobre história. São Paulo: Companhia das Letras, 2011. p. 243-255.

HOBSBAWM, Eric. O presente como história: escrever a história de seu próprio tempo. Novos Estudos CEBRAP, n. 43, p. 103-112, nov. 1995.

MEDEIROS, Josué. Breve história das Jornadas de Junho: uma análise sobre os novos movimentos sociais e a nova classe trabalhadora no Brasil. História e Perspectivas, Uberlândia, v. 51, p. 87-117, jul./dez. 2014.

MENDONÇA, Ricardo Fabrino. Dimensões democráticas nas jornadas de junho: reflexões sobre a compreensão de democracia entre manifestantes de 2013. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 33, n. 98, p. 1-24, 2018.

MIRANDA, Sônia Regina; LUCA, Tânia Regina. O livro de História hoje: um panorama a partir do PNLD. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 24, n 48, 2004, p. 123- 144.

MOCELLIN, Renato; CAMARGO, Rosiane de. Projeto Apoema – História. 2. ed. São Paulo: Editora do Brasil, 2015.

NOGUEIRA, Fausto Henrique Gomes; CAPELLARI, Marcos Alexandre; VAZ, Valéria (Editora Responsável). Universos – História. 3. ed. São Paulo: Edições SM, 2015.

PELLEGRINI, Marco César; DIAS, Adriana Machado; GRINBERG, Keila. Vontade de saber. 3. ed. São Paulo: Editora FTD, 2015.

RIOUX, Jean-Pierre. Pode-se fazer um a história do presente? In: CHAUVEAU, Agnès; TÉTART, Philippe. (org.). Questões para a história do presente. Bauru: EDUSC, 1999. p. 39-50.

SCHERER-WARREN, Ilse. Manifestações de rua no Brasil 2013: encontros e desencontros na política. Caderno CRH, Salvador, v. 27, n. 71, p. 417-429, maio/ago. 2014.

VAZ, Maria Luísa; PANAZZO, Silvia. Jornadas.Hist – História. 4. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2015.

VAZ, Valéria (Editora Responsável); MOTOOKA, Débora Yumi; BARBOSA, Muryatan Santana. Para Viver Juntos – História. 4. ed. São Paulo: Edições SM, 2015.

VEYNE, Paul. Como se escreve a história. 4. ed. Brasília: Editora UnB, 1998. As coleções são codificadas em números de 1 a 19, de modo a preservar sua vinculação aos dados apresentados. A lista das coleções inscritas no PNLD 2017 encontra-se discriminada em ordem alfabética ao final do artigo. Coleções integrantes do corpus – PNLD 2017

VICENTINO, Cláudio; VICENTINO, José Bruno. Projeto Mosaico - História. São Paulo: Editora Scipione, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2018v24n2p163

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.