Livros Didáticos, História Pública e o conhecimento histórico produzido sobre o Judeu no Brasil: Diálogos e Perspectivas

Helena Ragusa

Resumo


Neste artigo buscamos analisar as representações existentes acerca do judeu no Brasil em duas coleções didáticas referentes ao ano de 2018 voltadas para o Ensino Médio, de modo a dialogar com os demais meios de divulgação do conhecimento histórico, não necessariamente institucionais, mas que colaboram para que essa identidade esteja consolidada no imaginário social, como por exemplo, aqueles que circulam na cibercultura. Presentes em nosso território desde o período que compreende a colonização portuguesa, num processo imigratório contínuo, os judeus ocuparam diferentes espaços formando amplas redes de sociabilidade ou sociais entre gerações, formando laços e misturando-se a elas tornando-se algumas vezes invisíveis. Essa invisibilidade conforme constatada em um trabalho anterior parece ter sido amenizada na produção didática e em alguns aspectos, embora bastante timidamente, no universo virtual. Interessa-nos perscrutar como essas narrativas corroboram na formação da consciência histórica dos estudantes em constante conexão com o ciberespaço e também enquanto público leitor das obras didáticas que circundam o espaço escolar.


Palavras-chave


Livro Didático, História Pública, Judeus

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2018v24n2p337

Apontamentos

  • Não há apontamentos.