Livro didático do PNLD campo: considerações sobre ensino de História em escolas localizadas no campo

Rita de Cássia Gonçalves, Geyso Dongley Germinari

Resumo


O presente artigo propõe debater acerca do ensino de História partindo de discussões propostas a partir de pesquisa desenvolvida com professores de um município da região metropolitana de Curitiba, que utilizaram a coleção de História dos Anos Iniciais, do PNLD Campo, de 2016. Neste sentido, apresenta um breve panorama relacionado ao livro didático de história, contextualizando o desenvolvimento das pesquisas no Brasil, nas últimas décadas, retoma as discussões acerca do PNLD e as questões a respeito do ensino de história presentes na coleção utilizada nas escolas localizadas no campo neste município e por fim, tece considerações sobre o ensino de História e o livro de história trazido por este programa para as escolas e as implicações nos processos de ensino e aprendizagem de história. Fundamenta teoricamente suas análises em estudos de pesquisadores da Educação Histórica, como Jörn Rüsen (2001, 2007a, 2007b, 2010, 2012) e Peter Lee (2006); em investigações sobre o livro didático de Kazumi Munakata (1997, 2010, 2012) e Circe M. Bittencourt (1993, 1997, 2003, 2011); e também em pesquisas da Educação do Campo de Antonio Munarim (2010).


Palavras-chave


Livro Didático; História; Ensino; Professores; Educação Histórica

Texto completo:

PDF

Referências


BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Livro didático e conhecimento histórico: uma história do saber escolar. 1993. 369 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Livros didáticos entre texto e imagens. In: BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 1997. p. 69-90.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de história: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2008.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Produção didática de história: trajetórias de pesquisas. Revista de História, São Paulo, n. 164, p. 487-516, jan./jun. 2011.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 25 set. 2018.

CHAVES, Edilson Aparecido. A presença do livro didático de história em aulas do ensino médio: estudo etnográfico em uma escola do campo. 2015. 226 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2015.

FERRO, Marc. Manipulação da história no ensino e nos meios de comunicação. Tradução de Wladimir Araújo. São Paulo: Ibrasa, 1983.

FONSECA, Thais Nivia de Lima. História e ensino de história. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

FORQUIN, Jean-Claude. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

GERMINARI, Geyso Dongley. O ensino de história local e formação da consciência histórica: possibilidades. Quaestio, Sorocaba, SP, v. 18, n. 3, p. 761-776, nov. 2016.

GERMINARI, Geyso Dongley; GONÇALVES, Rita de Cássia. As políticas educacionais e formação do professor de História no Brasil: desafios contemporâneos. Interacções, Lisboa, v. 12, n. 40, p. 55-69, 2016.

GERMINARI, Geyso Dongley; MOURA, Anderson Fagundes. Livro didático de história, entre conteúdos e epistemologia. Educação Unisinos, São Leopoldo, RS, v. 21, n. 1, p. 102-110, jan./abr. 2017.

LEE, Peter. „Caminhar para trás em direção ao amanhã?: a consciência histórica e o entender da história. Tradutor de: SOARES, José Norberto. In: ENCONTRO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO. New Orleans. 2002. p. 1-45. Disponível em: https://www.history.org.uk/files/download/9227/1319458921/IJHLTR_4.1.pdf. Acesso em: 26 mar. 2014.

LEE, Peter. Em direção a um conceito de literacia histórica. Educar, Curitiba, Especial, p. 131-150, 2006.

MUNAKATA, Kazumi. Produzindo livros didáticos e paradidáticos. 1997. 217 f. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1997.

MUNAKATA, Kazumi. História que os livros didáticos contam, depois que acabou a ditadura no Brasil. In: FREITAS, M. C. de. (org.). Historiografia brasileira em perspectiva. São Paulo: Contexto, 2010. p. 271-296.

MUNAKATA, Kazumi. O livro didático: alguns temas de pesquisa. Rev. Bras. Hist. Educ., Campinas, SP, v. 12, n. 3 (30), p. 179-197, set./dez. 2012.

MUNARIM, Antonio. Prefácio. In: MUNARIM, Antonio et al. Educação do campo: reflexões e perspectivas. Florianópolis: Insular, 2010. p. 9-18.

OLIVEIRA, Itamar Freitas et al. A ação do PNLD em Sergipe e a escolha do livro didático de história (2005/2007): exame preliminar. In: OLIVEIRA, Margarida Maria Dias; STAMATTO, Maria Inês Sucupira. Livro didático de história: políticas educacionais, pesquisa e ensino. Natal: EDUFRN, 2007. p. 53-59.

OLIVEIRA, João Batista Araújo. A política do livro didático. São Paulo: Summus, 1984. PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes curriculares da Educação do campo. Curitiba: SEED, 2006.

RÜSEN, Jörn. Experience, interpretation, orientation: there dimensions of historical learning. In: DUVENAGE, P. (ed.). Studies in metahistory. Pretoria: Human Sciences Research Council, 1993.

RÜSEN, Jörn. Razão histórica: teoria da história. Os fundamentos da ciência histórica. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2001.

RÜSEN, Jörn. História viva: teoria da história III. Formas e funções do conhecimento histórico. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2007.

RÜSEN, Jörn. Experiência, interpretação, orientação: três dimensões da aprendizagem história. In: SCHMIDT, Maria Auxiliadora Moreira dos Santos; BARCA, Isabel; MARTINS, Estevão de Resende. Jörn Rüsen e o ensino de história. Curitiba: Editora UFPR, 2010a. p. 79-91.

RÜSEN, Jörn. O livro didático ideal. In: SCHMIDT, Maria Auxiliadora Moreira dos Santos, BARCA, Isabel; MARTINS, Estevão de Resende. Jörn Rüsen e o ensino de história. Curitiba: Editora UFPR, 2010b. p. 109-127.

RÜSEN, Jörn. Aprendizagem histórica: fundamentos e paradigmas. Curitiba: W. A. Editores, 2012. SANTOS, Rita de Cássia Gonçalves Pacheco. A significância do passado para professores de história. 2013. 262 f. Tese. (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2013.

TIMBÓ, Isaíde Bandeira. Livro didático de história e a formação docente: uma reflexão necessária. In: OLIVEIRA, Margarida Maria Dias de; STAMATTO, Maria Inês Sucupira. Livro didático de história: políticas educacionais, pesquisa e ensino. Natal: EDUFRN, 2007. p. 61-73.

ZAMBONI, Ernesta. Encontros Nacionais de Pesquisadores de História: pesquisadores de histórias: perspectivas. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES DE ENSINO DE HISTÓRIA, 2005, Londrina. Anais [...]. Londrina: Atrito Art, 2005. p. 37-49.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2019v25n1p97

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.