Quilombo, identidade e educação escolar: o ensino de História na escola David Miranda em Santana-Amapá

Elivaldo Serrão Custódio, Eugénia da Luz Silva Foster, Silvaney Rubens Alves de Souza

Resumo


O presente artigo objetiva discutir sobre quilombo, identidade e educação escolar: o ensino de história na escola David Miranda localizada no município de Santana, estado do Amapá. Trata-se de um estudo exploratório de abordagem qualitativa que utilizou da pesquisa bibliográfica, a análise documental, a observação direta e a entrevista como forma de investigação. O trabalho analisou um projeto pedagógico da referida escola chamado “Identidade Cultural”, cuja essência representa uma interessante experiência de  ação pedagógica, onde saberes da comunidade local em conjunto com uma sensibilidade dos educadores, produziu um diálogo entre o passado e o presente que contribuiu para fortalecer a identidade de uma comunidade que anseia pelos seus direitos e busca resguardar a sua propriedade e sua memória cultural. Os resultados da pesquisa revelam que a experiência ocorrida na escola local demonstra que ainda há um longo caminho a ser trilhado na busca de uma educação quilombola efetiva no estado do Amapá, mas os agentes sociais que fazem a escola, estão se esforçando na árdua tarefa de construir uma educação adequada aos novos anseios da comunidade local.

 


Palavras-chave


Quilombo. Identidade. Educação escolar. Ensino de história. Amapá

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2019v25n1p253

Apontamentos

  • Não há apontamentos.