Por entre narrativas e documentos escritos: uma História da escola primária no Sul de Sergipe (1930-1960)

Raylane Andreza Dias Navrro Barreto, Laísa Dias Santos

Resumo


Sob inspiração da História Cultural, neste artigo o objetivo foi analisar os diferentes tipos de escolas primárias existentes nos territórios centro-sul e sul do estado de Sergipe entre os anos de 1930 e 1960. A análise que privilegiou o cruzamento de documentos escritos e memórias de professores revelou que a revelia das reformas educativas e do ideal de escola que elas pressupunham, a sua configuração esteve subordinada aos financiamentos e planos nacionais, mais principalmente, às condições políticas, materiais, culturais e intelectuais dos atores que estiveram diretamente envolvidos em seus específicos processos. Nesse sentido, a união da narrativa e de discursos oficias, possibilitou a compreensão de uma pluralidade de sentidos que além de agregarem características particulares à história da escola primária sergipana, também abre possibilidades para novas versões e escrita da história.


Palavras-chave


Escola primária. Sergipe. Memória. Documento escrito.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2019v25n1p453

Apontamentos

  • Não há apontamentos.