Um campo de possibilidades: práticas de Ensino de História no Cemitério São João Batista de Guarabira- PB

Paulo Hipólito

Resumo


O objetivo da pesquisa foi demostrar como o cemitério – em particular o São João Batista de Guarabira-Pb – pode ser utilizado como instrumento para a prática de ensino de história, na elucidação de conceitos históricos, como forma de inovar o ensino de história na sala de aula, assim como alternativa de cativar o interesse dos alunos para o conhecimento histórico. O presente artigo é resultado de uma sequência didática realizada em 2015, envolvendo alunos de 8º e 9º ano, do Centro Educacional Dom Helder Câmara, escola ligada à rede municipal de ensino de Guarabira-Pb. A sequência se dividiu em dois momentos: aulas teóricas, em sala, e aula de campo, no cemitério. De acordo com a análise dos relatos dos alunos, podemos dizer que a sequência didática gerou resultados positivos, tais como: os alunos souberam identificar e compreender os conceitos abordados nas aulas; houve a quebra do preconceito e do medo quanto ao espaço cemiterial; os estudantes passaram a enxergar o cemitério como fonte histórica; a aula de campo ajudou na compreensão da noção de temporalidade. Desse modo, entendemos que o cemitério pode ser uma rica fonte de pesquisa, possibilitando práticas de ensino de história inovadoras e como forma de facilitar a compreensão de conceitos históricos, tais como memória, história, tempo, patrimônio e identidade, assim como suas imbricações na vida prática.


Palavras-chave


Cemitério; Ensino de História; Conceitos históricos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2019v25n2p373

Apontamentos

  • Não há apontamentos.