O “Madre Benícia” nas memórias de uma professora: o álbum de recordações de Cléris Becker

José Edimar Souza

Resumo


A pesquisa aborda aspectos da história do atual Instituto Estadual Madre Benícia, situada no bairro rural Lomba Grande, município gaúcho de Novo Hamburgo. A região é conhecida por ter acolhido, desde o início do século XIX os primeiros imigrantes alemães que chegaram ao Rio Grande do Sul.  Nesse sentido, o culto evangélico desses imigrantes contribuiu para instalação da Igreja/escola neste lugar. E este aspecto contribuiu para as práticas de escolarização desenvolvidas na localidade. Sob a ótica da história cultural e valendo-se de documentos e a metodologia da história oral, especialmente aquelas produzidas a partir da entrevista com a professora Cléris Allgayer Becker o objetivo deste trabalho foi conhecer e compreender elementos da constituição desta instituição, sobretudo evidenciando o processo de instalação do Grupo Escolar neste lugar. Destaca-se a temporalidade de 1940, ocasião em que é implantado o Grupo Escolar de Lomba Grande e 1969 por ocasião da inaugurado do prédio próprio. Os registros no álbum evidenciam o modo como produzimos memórias diante da realidade na qual os sujeitos estão inseridos e envolvidos com suas trajetórias de vida e profissional. Além disso, a organização e mobilização dos professores e dos moradores do lugar demonstram que a escolarização fora um dos aspectos que sempre esteve entre as prioridades dessa comunidade. 

 


Palavras-chave


Memórias escolares. Instituição escolar. Ensino no meio rural.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2017v23n2p133

Apontamentos

  • Não há apontamentos.