Seleção e os usos dos livros didáticos de História para os anos iniciais do ensino fundamental: algumas questões a partir do olhar de duas professoras

Cristiani Bereta da Silva, David de Souza João

Resumo


A presente discussão constitui recorte de pesquisa mais abrangente desenvolvida no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação da UDESC, que investiga as escolhas, representações e usos dos livros didáticos de História de duas professoras que atuam nos 4o e 5o anos do Ensino Fundamental, em escolas públicas estaduais de Laguna/SC. Neste artigo o objetivo é discutir as relações estabelecidas entre as prescrições e avaliações do Estado relativas ao livro didático e as expectativas e representações construídas e reelaboradas pelas professoras, a partir de suas experiências no decorrer do processo de escolha dos livros, no PNLD de 2013. As análises apoiam-se principalmente em entrevistas orais realizadas com duas professoras, nomeadas na pesquisa de Joana e Maria. Neste trabalho, que se utiliza da metodologia da história oral,  as fontes orais são compreendidas como possibilidades narrativas portadoras de significados, sujeitas a elaborações subjetivas, versões e interpretações feitas de lembranças, simulações, esquecimentos e ocultações. O interesse principal recai na singularidade com que essas professoras utilizam o livro didático de História e sobre como as políticas públicas voltadas ao livro e ao ensino de História ressoam em seu cotidiano de trabalho e aparecem reelaboradas em suas narrativas. 

Palavras-chave: livro didático de História; anos iniciais; ensino de História.  


Palavras-chave


Livro Didático. Anos iniciais. Ensino de História

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2019v25n1p509

Apontamentos

  • Não há apontamentos.