Graduação em história no extremo norte do Brasil: desafios e possibilidades

José Petrúcio Farias Júnior, Ana Cristina Rocha Silva

Resumo


O presente artigo pretende abordar as experiências iniciais do processo de expansão da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) no município de Oiapoque, extremo norte do país, no que diz respeito à implantação do curso de graduação em História. Por se tratar de um curso de graduação voltado à formação de professores, nossas reflexões serão norteadas pelos seguintes questionamentos: o que significa ser professor de história no extremo norte do país? que práticas de ensino de História no ensino superior podem promover uma ação educativa para o ser humano que se constitui numa circunstância de pobreza e marginalização? A fim de fundamentar as reflexões propostas, o texto foi construído de forma a apresentar a trajetória histórica do município de Oiapoque/AP; destacar os atuais desafios para o desenvolvimento qualitativo do lugar; e indicar, a partir da realidade social do município, que tipo de ensino de História perseguimos.

 


Palavras-chave


prática de ensino de História – ensino superior – graduação em História

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2016v22n2p281

Apontamentos

  • Não há apontamentos.