Especialistas e amadores da ciência histórica: a criação do curso de mestrado em história da UFPR, em 1972

Bruno Flávio Lontra Fagundes

Resumo


Esse artigo é sobre a história do curso de História da Universidade Federal do Paraná (UFPR), tendo como foco a criação de seu curso de Mestrado, em 1972, seus antecedentes e o que o favoreceu ser um curso referencial para outros mestrados em História brasileiros nos anos 1980. O artigo visa compreender a atuação de alguns de seus professores, expoentes no processo do desempenho político, administrativo e acadêmico do curso, cuja história reflete exemplarmente a valorização do bacharelado e da pesquisa em detrimento do ensino, das licenciaturas e das graduações no país após a implantação do sistema de pós-graduação brasileiro pelos governos militares.

Palavras-chave


História, Memória; Cursos de História; História da História

Texto completo:

PDF

Referências


BALHANA, A. História demográfica do Paraná. Boletim da Universidade do Paraná, Conselho de Pesquisas, DEHIS, n. 10, p. 27-36, Curitiba, 1970.

CERTEAU, M. de. A Escrita da História. 3 ed. RJ: Forense Universitária, 2011.

FERREIRA, M. de M. A História como ofício. A constituição de um campo disciplinar. RJ, FAPERJ, FGV Editora, 2013.

GOODSON, I. F. A construção social do currículo. Lisboa: Educa, 1997.

HARTOG, F. Regimes de Historicidade. Presentismo e experiências do tempo. BH: Ed. Autêntica, 2013.

HOFF, S. Os fundamentos educacionais da Revista Criteria – 1964-1968. Revista Roteiro, Educação da Universidade do Oeste de Santa Catarina, v. 33, n. 2, jul./dez.2008. p.283-304.

HUYSSEN, A. Passados presentes: mídia, política, amnésia. In: HUYSSEN, A. Seduzidos pela memória. RJ: Aeroplano Edit. MAM, RJ. 2000. p. 9-39.

LEAL, B. História e Realidades on-line. Colocações sobre produção, difusão e ensino. Entrevista a Bruno Flávio Lontra Fagundes e Fábio André Hahn. Revista NUPEM, Campo Mourão, v. 6, n. 10, jan./jun. 2014. p. 11-25.

MACHADO, B. P. Sinopse da História Regional do Paraná (a ser publicado pelo Instituto, por ocasião do Centenário da Província, em 1953).

SEPARATA do Boletim do Instituto Histórico, Geográfico e Etnográfico do Paraná. Curitiba, 1951. NOIRIEL, G. Naissance du métier d’historien. Genèses, 1 sept. 1990, p. 58-85.

SAMUEL, R. Theatres of Memory. Lodres: Verso, 1996.

SANTOS, B. B. M dos. O currículo da disciplina escolar História no Colégio Pedro II – a década de 1970. Entre a tradição acadêmica e a tradição pedagógica: a história e os estudos sociais. Rio de Janeiro: Mauad, FAPERJ, 2011.

SARLO, B. Tempo passado: cultura da memória e guinada subjetiva. BH, MG: Ed. Da UFMG, 2007.

SILVA, N. L. da. Institucionalização do Ensino Superior de História e Profissionalização Docente no Interior do Brasil – Araguaína, TO (1985-2002). 192 f. Tese (Doutorado em História Social). IFICS (UFRJ), Rio de Janeiro, 2011.

WESTPHALEN, C. M. Pequena História do Paraná. SP: Edições Melhoramentos, 1953. WESTPHALEN, C. M.; BALHANA, A. P.; MACHADO, B. P. Nota prévia ao estudo da ocupação de terra no Paraná Moderno, Boletim da Universidade do Paraná, Conselho de Pesquisas, DEHIS, n. 7, p. 1-52, 1968




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2014v20n2p07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.