Cultura: noções e apropriações na escrita didática da História

Washington Tourinho Júnior

Resumo


Analisa-se o papel da escrita didática da história articulando os diversos níveis da produção textual em História; parte-se da noção de especificidade do discurso do historiador e das diferenciações internas existentes entre a escrita acadêmica e a escrita escolar; para a construção desta análise adota-se como ponto de partida a noção de artefato cultural assumida pelo livro didático de História e como referencia as concepções acadêmicas e didáticas do conceito de cultura. Tal análise deverá levar em conta, não apenas o aspecto conteudista da produção didática, mas os diversos aspectos e condicionamentos que perpassam a escrita escolar da História, constroem a sua especificidade e definem o sentido, a estética e o espaço de atuação do livro didático de História.


Palavras-chave


Livro didático de História, cultura, escrita, apropriação, reprodução.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2014v20n2p105

Apontamentos

  • Não há apontamentos.