Alunos da educação de jovens e adultos (EJA) e a história: entre significados e representações

Wilian Bonete

Resumo


Pautado nos pressupostos da Didática da História e na concepção de consciência histórica elaborada por Jörn Rüsen e Agnes Heller, o presente artigo procura refletir sobre os significados e as representações da História a partir da visão de um grupo de alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da cidade de Guarapuava, PR. Ao final, os resultados indicam que para os alunos jovens e adultos a História é uma disciplina escolar que deve ser valorizada, sendo essa valorização apoiada no princípio de que o ensino de História potencializa a compreensão do mundo e suas transformações e também contribui para a orientação das ações humanas na sociedade.


Palavras-chave


Ensino de História; Didática da História; EJA; Consciência Histórica.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BERGMANN, Klaus. A História na Reflexão Didática. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 9, n. 19, p. 29-42, set/fev1990.

BITTENCOURT, Circe. (org.). O saber histórico na sala de aula. 7º Ed. São Paulo: Contexto, 2002.

CARDOSO, Oldimar Pontes. A Didática da História e o Slogan da formação de cidadãos. Tese (doutorado em Educação). USP, São Paulo, 2007.

CERRI, Luis Fernando. Ensino de História e Consciência histórica: implicações didáticas de uma discussão contemporânea. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2011.

CERRI, Luis Fernando; MOLLAR, Jonathan. Jovens diante da história: o nacional e o internacional na América Latina. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v.5, n.2, p. 161-171.

GERMINARI, Geyso Dongley. A história da cidade, consciência histórica e identidades de jovens escolarizados. Tese (Doutorado em Educação), UFPR, Curitiba, 2010.

HELLER, Agnes. Uma teoria da história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1993.

IPARDES. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. Caderno Estatístico do Município de Guarapuava. Dezembro de 2012.

JOHNSON, A. G. Dicionário de sociologia. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.

MORAES, Roque. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, v. 9, n. 2, p. 191-21, 2003.

NOVA, Cristiane. O cinema e o conhecimento da história. Olho da História, Salvador, v. 2, n. 3, p. 226, nov.1996.

PACIEVITCH, Caroline. Consciência Histórica e Identidade de Professores de História. Dissertação (Mestrado em Educação), UEPG, Ponta Grossa 2007.

PAIS, José Machado. A consciência histórica e identidade: os jovens portugueses num contexto europeu. Oeiras: Celta: 1999.

PYNSKY, Jaime; PYNSKY, Carla Bassanezi. Por uma história prazerosa e conseqüente. In: KARNAL, Leandro. (org.) História na sala de aula: conceitos, práticas e propostas. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2009.

RICOEUR, Paul. Tempo e Narrativa. São Paulo: Editora Papirus, 1994. (Tomo I).

ROSENSTONE, Robert. História em imagens, história em palavras: reflexões sobre as possibilidades de plasmar a história em imagens. O Olho da História, Salvador, v. 1, n. 5, p. 106, set. 1997.

RÜSEN, Jörn. Aprendizagem histórica: fundamentos e paradigmas. Curitiba: W.A. Editores, 2012.

RÜSEN, Jörn. Razão histórica. Teoria da história: os fundamentos da ciência histórica. Brasília: Editora da UnB, 2001.

RÜSEN, Jörn. Didática da História: passado, presente e perspectivas a partir do caso alemão. Praxis Educativa. Ponta Grossa, v.1, n.2, p.07-17, jul/dez 2006.

RÜSEN, Jörn. História Viva: formas e funções do conhecimento histórico. Brasília: Editora da UnB, 2007.

RÜSEN, Jörn. O desenvolvimento da competência narrativa na aprendizagem histórica: uma hipótese ontogenética relativa a consciência moral. In: SCHMIDT, Maria; BARCA, Isabel; MARTINS, Estevão (Org.). Jörn Rüsen e o Ensino de História. Curitiba: Editora UFPR, 2010, p. 51-77.

SILVA, Sérgio Rodrigues. Aprender a História, Aprender com a História. Dissertação (Mestrado em Educação). UNISO, Sorocaba, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2013v19n2p261

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Hist. Ensino
E-Issn: 2238-3018
DOI10.5433/2238-3018
E-mail: labhis@uel.br