A violência discutida na Educação Básica - o Malleus Maleficarum como documento histórico

João Davi Avelar Pires

Resumo


Pretendemos, neste trabalho, propor a utilização da obra Malleus Maleficarum nas aulas de História na Educação Básica. Entendemos os conceitos de utilização e documento histórico como uma tentativa de aproximar os alunos do fazer historiográfico, do trabalho do historiador, tendo em mente as diversas possibilidades que esta prática nos oferece. Dessa forma, o contato com o documento, no caso deste trabalho o Malleus Malleficarum, escrito por inquisidores em 1484, torna possível a abordagem de diversas temáticas, como a Inquisição e a violência aplicada contra as mulheres neste período; a construção do imaginário e das representações sociais sobre o corpo feminino e sobre a mulher; e também a perseguição religiosa criada e estimulada pela intolerância e desvalorização do outro. Traçamos, neste trabalho, breves discussões sobre as mudanças ocorridas no Ensino de História e que nos dá espaço para este tipo de trabalho documental, assim como apresentamos as possibilidades e as abordagens possíveis da obra em questão, o Malleus Maleficarum.


Palavras-chave


Ensino de História – Malleus Maleficarum – Violência – Inquisição

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2013v19n1p247

Apontamentos

  • Não há apontamentos.