Para além do lazer: a utilização do filme como recurso didático em sala de aula

Aline Apolinário Furtunato, Cinthia Torres Aranha

Resumo


Pretende-se apresentar neste artigo um trabalho desenvolvido com base na idéia de aulas-oficinas (BARCA, 2004.) feita pelo projeto PIBID (PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA) do departamento de história da UEL, no Colégio Estadual Tsuru Oguido em Londrina, Paraná, no 6° Ano B. Trabalhamos com estudo da História através das fontes em uma abordagem diferenciada do conteúdo tendo como fonte histórica o filme “A Múmia”. Nosso objetivo com a utilização de filmes como documento histórico é desconstruir e questionar certos paradigmas sobre a utilização desse recurso em sala de aula. Tendo em vista que a utilização do cinema como documento histórico vem sendo utilizada pelo historiador na construção do conhecimento histórico, pretende-se discutir os cuidados com a utilização desse recurso didático como documento no ensino de História, por exemplo, sobre o mundo antigo e a importância em distinguir ficção de “realidade” histórica. O tema utilizado na aula-oficina foi “A Sociedade Egípcia” e através do filme buscou-se trabalhar as questões concernentes ao duo “realidade” /ficção, as visões contemporâneas estereotipadas acerca de outras sociedades do passado e abordar, como um recorte temático, os costumes da sociedade egípcia antiga a partir dos vestígios materiais (pirâmides, pinturas mortuárias, costumes funerários, religião). Utilizou-se como base historiográfica (MAGALHAES; ALFACE, 2011) para a abordagem do filme em sala de aula,  trabalhamos com documentários sobre a sociedade egípcia, livros especializados e textos a respeito do desenvolvimento do trabalho com fontes em sala de aula (LANGER, 2004.)


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2012v18nespp95

Apontamentos

  • Não há apontamentos.