Cruzada de educadoras católicas: a marcha das mulheres contra o laicismo nos anos 30

Maria das Graças Andrade Ataíde de Almeida

Resumo


Este trabalho objetiva desconstruir o discurso da imprensa - jornais e revistas-acerca das relações entre educação, poder político e poder religioso em Pernambuco, nas décadas de 30 e 40, no governo Vargas. Procurar-se-á analisar o papel dos leigos junto à Igreja, destacando a atuação da Cruzada de Educadoras Católicas, criada em 1931, com objetivo preciso de fazer barreira através da prática pedagógica, às idéias apontadas como comunistas.


Palavras-chave


Autoritarismo; Educação; Mulheres; Laicato; Igreja; Estado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2000v6n0p33

Apontamentos

  • Não há apontamentos.