Alternativa de intervenção social para o estágio supervisionado: minicursos em questão

Isaíde Bandeira Timbó

Resumo


Este artigo propõe uma reflexão sobre o Estágio Supervisionado e o Ensino de História. Tendo como pressuposto o trabalho com projetos de minicursos, visto como uma intervenção sócio-pedagógica concreta no cotidiano escolar e na formação docente do historiador-educador. Nesta perspectiva viabiliza ainda a extensão universitária, através de uma relação dialógica entre Universidade e diferentes escolas da comunidade.


Palavras-chave


Formação docente; Estágio supervisionado; Ensino de história.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2006v12n0p123

Apontamentos

  • Não há apontamentos.