Abordagens sócio-históricas da formação dos profissionais da educação: um percurso pela literatura brasileira

Ana Lúcia da Costa Silveira

Resumo


Partindo de uma questão que busca procurar pontos de distanciamento, mas também de semelhança, entre os perfis do professor de hoje e o do século XIX, esse artigo realiza, usando seis textos consagrados de autores da Literatura Brasileira, uma retrospectiva histórica de como se deu a evolução desse profissional da educação, ressaltando os seus aspectos mais visíveis e inegáveis, como a feminização, a desvalorização da profissão e a necessidade de formar o professor como um intelectual transformador da sociedade. Conclui ressaltando que, no decorrer do tempo, houve mais modificações do que permanências nesse perfil. No entanto, as permanências revelam problemas na formação deste profissional e conseqüente necessidade de constante investimento nela.


Palavras-chave


Formação de educadores; Retrospectiva histórica; Literatura brasileira.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2007v13n0p45

Apontamentos

  • Não há apontamentos.