Cinema e ensino de história: propaganda e crítica em outubro e o triunfo da vontade

Marcos Silva

Resumo


Este artigo discute os filmes Outubro (1927), de Serguei Eisenstein e Grigory Alexandrov, e O triunfo da vontade (1935), de Leni Riefenstahl. O texto destaca diferentes ligações entre cada filme e o regime político do país onde foi produzido. Eisenstein e Alexandrov comemoram a Revolução de 1917 mas preservam tensões narrativas sobre significados dos ídolos para a política. Riefenstahl reafirma ideais nazistas e define seu filme como obra de propaganda. Os dois filmes podem ajudar nos debates do Ensino de História sobre o conceito de Totalitarismo.


Palavras-chave


Outubro (o filme); O triunfo da vontade; Serguei Eisenstein e Grigory Alexandrov; Leni Riefenstahl; Cinema e ensino de história.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2009v15n0p103

Apontamentos

  • Não há apontamentos.