A entrevista mediada como estratégia metodológica no ensino de história

Wilian Carlos Cipriani Barom

Resumo


O presente artigo busca demonstrar a funcionalidade de preposições de dois campos teóricos distintos e, dessa forma, contribuir com a didática da História. O conceito de cultura foi reivindicado, assim como seus correlatos no que se referem às diversidades culturais, e do campo das Representações Sociais, o conceito de núcleo figurativo. Numa tentativa de diálogo entre estes campos teóricos, a metodologia da entrevista mediada foi colocada em questão na intenção de medir seus limites e possibilidades. Buscou-se identificar em que medida ela colabora na transformação das ideias inicias, ou nos núcleos figurativos, dos alunos de araucária, do estado do Paraná, no que se referem aos alunos de Manaus, do estado de Amazonas. Esta pesquisa resultou de uma viagem realizada à Manaus em setembro de 2010.


Palavras-chave


Etnocentrismo. Representações Sociais. Didática da História.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2011v17n1p33

Apontamentos

  • Não há apontamentos.