Discursos em campo: Moacyr versus Zumbi ou quem é o quê no Ceará

Silviana Fernandes Mariz

Resumo


O presente artigo se propõe a mostrar, parcialmente, o embate travado entre as duas principais ideologias explicativas da identidade nacional brasileira; sobretudo, nos livros didáticos utilizados pela prefeitura da cidade de Fortaleza (CE). Entende que a partir de 1950 e de modo ainda mais intenso a partir de 1980, uma reviravolta na compreensão dos padrões das relações étnicorraciais brasileiras vem acontecendo em discursos que circulam pela sociedade.


Palavras-chave


Livros Didáticos. Identidade Nacional. Local. Mestiçagem. Afrodescendência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2011v17n2p307

Apontamentos

  • Não há apontamentos.