Empatia histórica em sala de aula: relato e análise de uma prática complementar de se ensinar/aprender a história

Júnia Sales Pereira, Alexis Nascimento Araújo, Gilmar Rodrigues Junior, Breno Gontijo Andrade

Resumo


Esse artigo é o fruto de observações feitas nas aulas de História ministradas aos alunos do 8º e 9º ano no Centro Pedagógico – Escola de Educação Básica e Profissional da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, e em outras escolas de Belo Horizonte, entre os anos de 2008 e 2009. A nossa proposta inicial era motivar os alunos em classe de maneira que eles sentissem maior interesse pela História, utilizando de estratégias didáticas diferentes daquelas comuns às aulas de História. A estratégia adotada foi o uso da Empatia Histórica, isto é, o exercício de colocar-se no lugar do outro vivente em um tempo diferente do seu. O artigo explicita como essa estratégia foi utilizada e como os alunos responderam a ela.

Palavras-chave


Ensino de História. Empatia Histórica. Relato de Prática Pedagógica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.2011v17n2p257

Apontamentos

  • Não há apontamentos.