Arborização de Aracaju: uma percepção dos seus moradores

Tainã Potiguara Pereira de França, Carla Zoaid Alves dos Santos, Laura Jane Gomes

Resumo


A arborização urbana proporciona benefícios diretos e indiretos ao homem. Entretanto, a arborização não tem recebido a atenção necessária, sendo abordada de forma relapsa, ou nem sequer abordada, dentro dos Planos Diretores de grande parte das cidades brasileiras. Dentro desse contexto, a realização de pesquisas que utilizem a percepção ambiental como ferramenta são importantes, pois visam conhecer a opinião dos cidadãos com relação à arborização da sua cidade. Esse trabalho, portanto, teve por objetivo analisar a percepção dos munícipes de Aracaju (SE), por gênero, com relação à arborização desse município. Para isso, foram realizadas entrevistas a 619 moradores, distribuídas segundo a faixa etária, o gênero e o bairro/conjunto. Dentre os entrevistados 55,74% eram mulheres e 44,26% homens. Quando perguntado qual a área de lazer mais freqüentada, homens e mulheres optaram por praias e rios; a área de lazer a ser construída prioritariamente seria um balneário/piscina, e o problema ambiental mais grave é o despejo inadequado de resíduos sólidos. A arborização do município foi classificada como regular para 36,9% dos homens e boa para 34,8% das mulheres. Mais de 50% dos entrevistados não têm árvore em frente as suas casas. Para ambos os sexos, a responsabilidade de manter a cidade com árvores bem cuidadas é da Prefeitura. O percentual de homens (85%) que respondeu já visitar algum parque do município é maior do que o de mulheres (79,7%), entretanto, os entrevistados eram inseguros quanto suas respostas. Constatou-se que homens e mulheres percebem a arborização do município de Aracaju de formas distintas.

Palavras-chave


Planejamento Ambiental; Qualidade de vida; Gênero

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2012v21n2p5

Direitos autorais 2013 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com