AVALIAÇÃO QUALI-QUANTITAVA SOBRE A PRODUÇÃO CIENTÍFICA NA PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA

Edivaldo Lopes Thomaz

Resumo


A pós-graduação em Geografia tem crescido significativamente nos últimos anos. Cresceu também, o debate em relação às questões ligadas a pós-graduação. Entretanto, temas ligados à avaliação da pós-graduação e, em especial, a produção científica dos docentes dos programas sempre gera controvérsia. O objetivo deste ensaio foi verificar as características da pós-graduação em Geografia, especialmente, em relação à produção científica. As análises foram realizadas com base nos dados CAPES/MEC referentes às Planilhas comparativas da Avaliação Trienal de 2007 da área de Geografia. Foram incluídos nas análises indistintamente os programas que possuíam Mestrado e Doutorado. As avaliações consistiram em análises de regressão simples, média aritmética e porcentagens. Concluiu-se que os cursos de pós-graduação com maiores conceitos tende a ter maior produção. Além disso, essa produção também é mais bem qualificada.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2011v20n1p189

Direitos autorais 2012 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com