Diagnóstico das águas superficias do córrego São Pedro, Juiz de Fora/MG

Marcelo de Oliveira Latuf

Resumo


A bacia hidrográfica do córrego São Pedro, localizada no município de Juiz de Fora/MG é de importância estratégica para a cidade, pois responde atualmente por cerca de 9% do abastecimento público de água potável. Mas o que se tem notado ao longo das últimas décadas é um intenso processo de urbanização da bacia, o que vem ocasionando uma sensível degradação da qualidade das águas do córrego São Pedro, principalmente devido ao lançamento de efluentes domésticos in natura. O presente estudo tem por objetivo quantificar e espacializar essa degradação da qualidade das águas superficiais do córrego São Pedro, utilizando alguns parâmetros de qualidade das águas disciplinados em resoluções e/ou deliberações normativas e técnicas de geoprocessamento. Foram selecionados 12 parâmetros: Aspecto, Temperatura, Odor, Coliformes Fecais e Totais, Condutividade Elétrica, Cor, OD, DBO, pH, Turbidez e Sólidos Totais Dissolvidos. Para uma melhor representação cartográfica, a bacia do córrego São Pedro foi subdividida em 3 sub-bacias e através de um SIG, SAGA/UFRJ, foi elaborada uma base digital georreferenciada na escala de 1:50.000. Resultados demonstram que o córrego São Pedro apresenta um elevado índice de degradação da qualidade de suas águas, situação quase sempre relacionada à introdução excessiva de esgotos domésticos sem prévio tratamento, comprovado pelos baixos teores de OD e elevadas taxas de DBO e Coliformes Fecais.


Palavras-chave


Qualidade de Água, Bacia Hidrográfica, Análise Ambiental ; SIG.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2004v13n1p21

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com