A ética e o uso da água doce na margem esquerda da represa Capivara, município de Porecatu, estado do Paraná

Reginaldo José da Silva, Valmir de França

Resumo


 

Este trabalho apresenta uma discussão sobre os aspectos éticos envolvidos no uso da água doce, relacionamento ética e a agricultura em Porecatu, praticada às margens da represa Capivara. Soma-se a isso a instalação, às margens da represa, de um aterro sanitário. Na verdade um exemplo da omissão e falta de ética da administração pública. O aterro não apresenta manutenção, não há galerias para coleta das águas pluviais e nem tratamento dos resíduos do lixo, o que representa alto risco de contaminação da água subterrânea e dos cursos de água próximos ao aterro. O que, na verdade, configura um simples aterro controlado e não um aterro sanitário.


Palavras-chave


Água Doce, Ética, Aterro Sanitário, Resíduos Sólidos Urbanos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2004v13n2p91

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com