A questão ambiental no ensino fundamental no colégio estadual João Sampaio – Vila Yara – Londrina-PR. um estudo de caso*

Nilton Viana Rosa, Nilza Aparecida Freres Stipp, Margarida de Oliveira Almeida Fernandes

Resumo


A pesquisa teve como objetivo observar o grau de consciência dos alunos e dos professores do Colégio Estadual João Sampaio com relação à temática ambiental que está se tornando de suma importância para a humanidade. Definições e conceitos foram sendo aprimorados ao longo da história da Educação Ambiental, demonstrando a preocupação dos seres humanos em reverter os efeitos maléficos de suas interferências sobre o meio ambiente. Para tanto criaram-se parques e unidades de conservação, livros foram publicados, conferências e reuniões foram realizadas, todos voltados para o bem comum: A conservação do Meio Ambiente. Citando a conferência de Tbilisi realizada em 1977, que se tornou um marco para a Educação Ambiental no mundo, podemos dizer que seus princípios são usados até hoje com poucas modificações, os quais o Brasil incluiu na constituição de 1988, no seu artigo 225 sob o tema: “Do Meio Ambiente” e suas implicações. Em 1999 decretou-se a Lei nº 9795  que dispõe sobre a Educação Ambiental no Brasil de uma forma mais ampla e rigorosa, abordando a necessidade de aplicá-la em todos os níveis de ensino formal e informal, fazendo com que ela seja contextualizada e de maneira interdisciplinar, para que todos os segmentos da população possam ser atingidos.


Palavras-chave


Educação Ambiental, Meio Ambiente, Preservação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2002v11n2p297

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com