A pesquisa de memória viva - uma experiência da sua utilização na formação dos professores de geografia

Maria del Carmen Matilde Huertas Calvente, Jeani Delgado Paschoal Moura, Ideni Terezinha Antonello

Resumo


A técnica de pesquisa de memória viva é um instrumento eficaz que pode ser utilizado, no ensino de Geo­grafia, nos níveis Fundamental, Médio e Superior, para relacionar o conteúdo discutido em sala de aula com o meio pesquisado. Esta proposta de ensino permite desenvolver um estudo sobre o espaço, entendendo-o como o resultado materializado do trabalho social, revelado pelas temporalidades de desenvolvimento e de tecnificação de uma determinada sociedade. Essas temporalidades emergem na subjetividade transmitida no discurso oral – memória viva dos sujeitos sociais, no momento em que discorreram sobre a sua trajetória de vida, do seu lugar, da sua existência, presente nos textos produzidos pelos grupos de discentes a partir da aplicação dessa técnica de pesquisa no trabalho de campo em Jataizinho/PR, nos quais afloram os momentos ou períodos do processo histórico brasileiro. Percebe-se que, na busca da união teoria-prática, obteve-se o resultado almejado, pois a experiência ensejada na realização de um trabalho de campo interdisciplinar demonstrou a importância de se trabalhar ancorado na realidade concreta, pois a partir da vivência empírica emerge as transformações sócio-espaciais, as quais podem ser apreendidas pelas várias abordagens que fundamentam o ensino-aprendizagem do futuro profissional de Geografia.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2003v12n1p391

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com