Pluriatividade: uma estratégia de sustentabilidade na agricultura familiar nas localidades de Capão Seco e Barra Falsa 3º Distrito – Rio Grande – RS

Fabiana Funk, Maria Antonieta Mendes Borges, Giancarla Salamoni

Resumo


O presente trabalho aborda os processos internos relacionados ao funcionamento das unidades familiares de produção agrícola, a qual sofreu uma transição nas suas atividades a partir dos anos 80, onde estas passaram a ser combinadas com atividades consideradas não-agrícolas. Deste novo contexto emergiu a pluriatividade, com uma grande diversidade social e espacial. A pluriatividade é caracterizada pela sua existência em espaços periurbanos, a qual fomenta uma nova estrutura social e econômica, permitindo ao pequeno produtor rural manter-se naquele meio e exercer, paralelamente, uma outra atividade, seja na propriedade ou no meio urbano, com o objetivo de geração de rendas. As pequenas unidades familiares de produção agrícola são caracterizadas pelo pluriativo, isto é, as famílias não se dedicam integralmente à agricultura, favorecendo a divisão do trabalho familiar entre as atividades executadas dentro e fora da propriedade. O objeto deste trabalho é, a partir da caracterização do pequeno produtor rural das comunidades de Capão Seco e Barra Falsa, pertencentes ao Povo Novo, 30 Distrito do município de Rio Grande – RS, identificar a presença das atividades não–agrícolas como uma alternativa estável de sustentabilidade e garantia de reprodução do núcleo familiar, permitindo uma melhor qualidade de vida para estes agricultores.


Palavras-chave


Agricultura Familiar; Pluriatividade; Sustentabilidade; Pequeno produtor; Diversidade na produção.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2006v15n2p51

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com