Análise da correlação entre população e área urbana (km2) visando a inferência populacional por meio do uso de imagens orbitais

Claudia Durand, Madalena Niero Pereira, José Carlos Moreira, Corina da Costa Freitas

Resumo


Este trabalho faz parte do campo de aplicação de imagens LANDSAT que inclui pesquisas demográficas e expansão urbana. Nele é modelado o crescimento da população urbana no período de 1985 a 2000 em cidades do Estado de São Paulo, usando classificação híbrida sobre imagens do satélite LANDSAT, com vistas na inferência populacional. Além de ser eficiente, em termos de custo e tempo, o modelo permite a visualização direta da distribuição da população, auxiliando na análise do processo de urbanização no período analisado. Tem como objetivo principal subsidiar a inferência populacional por meio da análise da correlação entre população e área, obtida no mapeamento das manchas urbanas geradas a partir de imagens dos satélites LANDSAT, relativas a passagens próximas aos anos dos censos e estimativas demográficas de 1985, 1991 e 2000. A partir da definição do modelo de correlação buscou-se estimar a população para datas posteriores, 2005 e 2010, a fim de subsidiar estudos sobre o planejamento das cidades. Por apresentar uma abordagem multitemporal, estes estudos permitem uma análise histórica da evolução das cidades, caracterizando o ambiente urbano no que diz respeito à distribuição espacial da população, assim como diretrizes e tendências de crescimento e adensamento das cidades e a determinação de novos padrões de organização do ambiente urbano. Com o objetivo de dar continuidade a este estudo utilizaram-se dados orbitais de alta resolução espacial (imagens do satélite IRS, adquiridas em 2/10/2005, resolução espacial 5m). As áreas urbanas foram mapeadas por meio de interpretação híbrida, automática e manual, onde foi aplicado o mesmo modelo de correlação anteriormente utilizado. Observou-se que uma estimativa de população mais acurada pôde ser obtida a partir do aumento de precisão no mapeamento das manchas urbanas.


Palavras-chave


: Inferência populacional, sensoriamento remoto, modelos de

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2007v16n2p113

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com