A centralidade na problematização dos conteúdos da urbanização contemporânea nas cidades médias

Gilberto Oliveira Jr.

Resumo


As cidades médias se apresentam médias quando problematizadas pelos contextos e conteúdos do processo de urbanização que a permeiam e aos quais reproduz. Nestes contextos e conteúdos, portanto, devem ser apreendidas e desveladas de forma que sejam pensadas de forma interpenetrada ao movimento dos processos sociais, econômicos, políticos e espaciais contemporâneos. As cidades médias, nesta direção, não se constituem inertes enquanto médias e definidas por atributos quantitativos e fixados temporalmente. Isso significa que não são apreendidas de forma dissociada ao processo de reprodução da sociedade e do capital, de forma dissociada da realidade social em incessante e inconstante movimento. Para tanto é preciso compreender as contradições do movimento e da realização do mundo nos lugares. Estas contradições se revelam nas cidades médias a partir de uma problematização interescalar, entre a reprodução do processo de urbanização no interior da reprodução da totalidade social e a reprodução do espaço urbano nas cidades médias reproduzindo o processo de urbanização e sendo reproduzidas no interior desse. O problema, portanto, consiste em desvendar em que medida as cidades médias realizam o processo de urbanização e ao mesmo tempo se reproduzem no interior deste.


Palavras-chave


Cidade média; Urbanização; Problematização interescalar

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2010v19n2p63

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com