Qualidade dos Dados Geoespaciais do OpenStreetMap para os indicadores de Acurácia Posicional, Acurácia Temática e Completude

Elias Nasr Naim Elias, Vivian de Oliveira Fernandes

Resumo


Os avanços tecnológicos e a web 2.0 possibilitaram que qualquer indivíduo com acesso à internet possa gerar dados geoespaciais em plataformas de Informação Geográfica Voluntária, dada a velocidade com que estes dados são obtidos e as diferenças quanto aos mapeamentos de referência presentes em pesquisas de diferentes países, as quais tem investigado a qualidade das suas feições no intuito de estabelecer viabilidades em processos de integração. Este trabalho avaliou a qualidade de feições oriundas da plataforma do OpenStreetMap (OSM) através dos indicadores de acurácia posicional, acurácia temática e completude, tendo como área de estudo a cidade de Salvador - BA para obtenção do potencial na sua utilização. As etapas metodológicas compreenderam a seleção das categorias: tamanho e disposição das amostras na área de estudo, mensuração e filtragem de atributos com informações repetidas, análises comparativas a partir dos indicadores citados, espacialização e análise dos resultados. Através dos resultados da acurácia posicional pode-se afirmar que a escala variou de 1:20.000 até 1:30.000 e nos demais indicadores a principal fonte de erros está associada a existência de campos vazios e diferenças na estrutura topológica de feições lineares. As feições avaliadas mostram-se promissoras para utilização deste tipo de dado, porém estudos quanto a heterogeneidade dos dados necessita ser aprofundado.

Palavras-chave


Mapeamento colaborativo; OpenStreetMap; Qualidade dos dados; Heterogeneidade dos dados.

Texto completo:

PDF

Referências


BAHIA. Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia. Painel de informações dados socioeconômicos da Região Metropolitana de Salvador. Salvador: CONDER, 2015. Disponível em: http://www.conder.ba.gov.br/sites/default/files/2018-08/Painel%20de%20Informa%C3%A7%C3%B5es%20-%20Dados%20Socioecon%C3%B4micos%20da%20Regi%C3%A3o%20Metropolitana%20de%20Salvador_0.PDF. Acesso em: 10 jan. 2019.

BRASIL. Decreto nº 89.817, de 20 de junho de 1984. Estabelece as instruções reguladoras das normas técnicas da cartografia nacional. Diário Oficial da União. Brasília, DF, p. 8884, 22 jul. 1984. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/1980-1989/d89817.htm. Acesso em: 23 mar. 2021.

BRASIL. Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997. Institui o Código de Trânsito Brasileiro. Diário Oficial da União. Brasília, DF, p. 21201, 24 set. 1997. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9503.htm. Acesso em: 23 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Defesa. Exército Brasileiro. Departamento de Ciência e Tecnologia. Diretoria de Serviço Geográfico. Norma da especificação técnica para aquisição de dados geoespaciais vetoriais (et-adgv) versão 3.0. Brasília, DF: MF, 2018. Disponível em: https://bdgex.eb.mil.br/portal/media/adgv/ET-ADGV_3.0_211218.pdf. Acesso em: 09 jul. 2020.

BRASIL. Ministério da Defesa. Exército Brasileiro. Departamento de Ciência e Tecnologia. Diretoria de Serviço Geográfico. Norma da especificação técnica para controle de qualidade de dados geoespaciais (ET-CQDG). Brasília, DF: MF, 2016. Disponível em: https://bdgex.eb.mil.br/portal/media/cqdg/ET_CQDG_1a_edicao_2016.pdf. Acesso em: 09 jul. 2020.

BROVELLI, Maria Antonia et al. Urban Geo Big Data. In: THE INTERNATIONAL ARCHIVES OF THE PHOTOGRAMMETRY, REMOTE SENSING AND SPATIAL INFORMATION SCIENCES, volume XLII-4/w14., 2019. Bucharest. Proceedings […]. Bucharest: [s. n.], 2019. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/335368225_URBAN_GEO_BIG_DATA. Acesso em: 22 mar. 2021.

BROVELLI, Maria Antonia; ZAMBONI, Giorgio. A new method for the assessment of spatial accuracy and completeness of OpenStreetMap building footprints. ISPRS International Journal of Geo-Information, [s. l], v. 7, n. 8, p. 1-25, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.3390/ijgi7080289. Acesso em: 22 mar. 2021.

BROVELLI, Maria Antonia; MINGHINI, Marco; MOLINARI, Monia Elisa. An automated grass-based procedure to assess the geometrical accuracy of the OpenStreetMap Paris road network. In: ISPRS CONGRESS, 23.; THE INTERNATIONAL ARCHIVES OF THE PHOTOGRAMMETRY, REMOTE SENSING AND SPATIAL INFORMATION SCIENCES, volume XLI-B7., 2016, Prague. Proceedings […]. Prague: [s. l.], 2016. p. 919-925. Disponível em: https://www.int-arch-photogramm-remote-sens-spatial-inf-sci.net/XLI-B7/919/2016/isprs-archives-XLI-B7-919-2016.pdf. Acesso em: 22 mar. 2021.

CAMBOIM, Silvana Philippi; BRAVO, João Vitor Meza; SLUTER, Claudia Robbi. An investigation into the completeness of, and updates to, the OpenStreetMap data in a heterogeneous area in Brazil. ISPRS International Journal of Geo-Information, [s. l.], v. 4, n. 3, p. 1366-1388, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.3390/ijgi4031366. Acesso em: 22 mar. 2021.

ELIAS, Elias Nasr Naim et al. The quality of OpenStreetMap in a large metropolis in northeast Brazil: preliminary assessment of geospatial data for road axes. Bulletin of Geodetic Sciences, Curitiba, v. 23, n. 3, p. 1-18, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/bcg/v26n3/1982-2170-bcg-26-03-e2020012.pdf. Acesso em: 23 mar. 2021.

ELWOOD, Sarah; GOODCHILD, Michael; SUI, Daniel. Researching volunteered geographic information: spatial data, geographic research, and new social practice. Annals of the Association of American Geographers, Washington, v. 102, n. 3, p. 571-590, 2012.Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/00045608.2011.595657. Acesso em: 22 mar. 2021.

FERNANDES, Vivian de Oliveira; ALIXANDRINI JUNIOR, Mauro José; ELIAS, Elias Nasr Naim. Determinação de número de amostras para controle de qualidade posicional em mapas urbanos. Bahia Análise & Dados, Salvador, v. 25, n. 4, p. 821-820, 2015. Disponível em: https://www.sei.ba.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=74&Itemid=284. Acesso em: 23 mar. 2021.

FERSTER, Colin et al. Using OpenStreetMap to inventory bicycle infrastructure: a comparison with open data from cities. International Journal of Sustainable Transportation, [s. l.], v. 14, n. 1, p. 64-73. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1080/15568318.2018.1519746. Acesso em: 23 mar. 2021.

GALO, Mauricio; CAMARGO, Paulo. Utilização do GPS no controle de qualidade de cartas. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CADASTRO TÉCNICO MULTIFINALITÁRIO, 1., 1994, Florianópolis. Anais [...]. Florianópolis: UFSC, 1994, p. 41-48.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2021v30n2p1

Direitos autorais 2021 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com