ASPECTOS FÍSICOS E SOCIOECONÔMICOS COMO AUXÍLIO À ANÁLISE DA FRAGILIDADE AMBIENTAL NA BACIA DO CÓRREGO MANDACARU, MARINGÁ (PR)

Carlos Henrique da Graça, Hélio Silveira

Resumo


Os estudos que tratam das questões ambientais são de fundamental importância na recuperação e no planejamento de áreas com ambientes naturais, bem como para o desenvolvimento urbano sem causar degradação ambiental. Nesse sentido, esse trabalho tem como objetivo o levantamento e análise das características do meio físico e socioeconômico, visando determinar as Unidades Ecodinâmicas Estáveis e Instáveis, assim como as classes de fragilidade ambiental da bacia do córrego Mandacaru, Maringá - PR. A área de estudo localiza-se entre os paralelos de 23°21’08,29” a 23°25’45,95” de latitude Sul, e os meridianos de 51° 55’15,59” a 51°57’49,57” de longitude Oeste, com aproximadamente 16,2 km². Primeiramente, utilizou-se do método proposto por Simielli (1999) que adota três níveis de pesquisa por meio cartográfico: localização e análise, correlação e síntese. Após análise e correlação dos atributos do meio físico e socioeconômico, foram estabelecidas as variáveis de acordo com o grau de comprometimento seguindo os critérios propostos por Ross (1990; 1994), por meio dos quais se obteve as Unidades Ecodinâmicas Estáveis e Instáveis e as classes de fragilidade ambiental: Muito Fraca, Fraca, Média, Forte e Muito Forte. Pode-se concluir que a maior porção da bacia foi classificada com fragilidade ambiental Média. Entretanto, essa classificação mais amena não quer dizer que esses locais estejam próximos ao equilíbrio dos ambientes naturais.


Palavras-chave


Fragilidade Ambiental, Unidades Ecodinâmicas e Bacia do Córrego Mandacarú.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2011v20n1p66

Direitos autorais 2012 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com