A reprodução urbana em Altamira-Pará: uma análise dos reassentamentos urbanos coletivos - 2016

Gleiciely Barroso Carvalho, Marcio Douglas Brito Amaral, José Antonio Herrera

Resumo


O objetivo deste estudo é analisar o processo de produção dos espaços urbanos planejados pelo empreendimento Belo Monte, verificando suas implicações na (re)estruturação urbana e no desenvolvimento sócioespacial da cidade de Altamira. A pesquisa foi realizada em quatro fases: na primeira fase um ajustamento teórico, na segunda buscou-se realizar um levantamento documental sobre a cidade de Altamira, na terceira etapa realizou-se a aplicação de formulários com 60 famílias com objetivo de verificar como se apresentam esses espaços de reassentamento no que se refere ao desenvolvimento sócioespacial, e no quarto momento foi feito a sistematização e a análise do material levantado. Nesse sentido foi possível verificar que a legislação da cidade e a forma de crescimento foram alteradas para a criação dos reassentamentos urbanos coletivos e como as famílias estão se adaptando a esses novos espaços.

Palavras-chave


Reassentamento urbano coletivo; Altamira – Pará; Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2019v28n2p101

Direitos autorais 2019 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com