A paisagem e o patrimônio como atrativos turísticos: a Rota do Café – norte do Paraná

Alini Nunes de Oliveira

Resumo


A Rota do Café, uma rota turística criada em 2009 que abrange sete municípios do norte do Paraná, possibilita a rememoração do café para quem viveu o auge da cultura cafeeira e também para os que não a vivenciaram, mas possuem certa afetividade na memória, pela história familiar, por exemplo, sendo uma forma de educar para a valorização do patrimônio e da memória. Esta pesquisa tem como questão central descobrir em que medida o que sobrou da cafeicultura na paisagem e na memória (patrimônio material e imaterial) marca ou pode marcar o turismo de base local no Norte do Paraná. O presente trabalho teve como objetivo principal analisar e compreender a importância da paisagem e do patrimônio como atrativo turístico na Rota do Café - norte do Paraná, desmembrando-se nos seguintes objetivos específicos: averiguar de que forma ocorreu o planejamento, o desenvolvimento e a gestão da atividade turística na Rota do Café e os efeitos destas ações nas paisagens; analisar as paisagens da Rota do Café e seus vínculos com o patrimônio local ligado à história da cultura cafeeira e investigar quais os elementos mais significativos nas paisagens relacionadas. Tendo em vista a natureza do tema, o trabalho de campo foi fundamental, junto com a pesquisa bibliográfica. No campo foi realizada a observação, as paisagens foram fotografadas e entrevistaram-se os responsáveis pelos empreendimentos associados e os demais envolvidos com a estruturação da Rota. Estes procedimentos foram importantes para a aproximação com o objeto de estudo e para a produção de informação empírica, analisada então à luz da teoria geográfica. No caso dos empreendimentos associados à Rota a ressignificação das memórias do café não é apenas relevante para a construção da identidade dos norte-paranaenses, mas também possibilita o desenvolvimento da atividade turística vinculada aos atrativos culturais dos municípios da região que têm em suas raízes os vínculos com o café. Compreende-se, então, que a atividade turística pode propiciar o enriquecimento cultural por meio do contato entre diferentes realidades nas sensações, experiências, ambientes e paisagens, ou seja, na vivência diferente da habitual.

Palavras-chave


Paisagem; Patrimônio; Rota do Café.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com