Meio ambiente e vulnerabilidade a percepção ambiental de risco e o comportamento humano

Ariane Kuhnen

Resumo


O artigo discute fatores que influenciam a preparação e as respostas no ciclo geral das emergências e desastres (contextos ambiental, social, político, econômico, cultural e institucional) integrando conhecimentos psicológicos, sociais e físicos acerca da sustentabilidade, vulnerabilidade e riscos. Apresenta para isso um conjunto de características do meio ambiente, das pessoas e grupos em termos da capacidade de antecipar, lidar com, resistir e recuperar-se dos impactos sofridos pelos perigos naturais ou não, considerando contexto de gênero, tempo, espaço e escala. Serão contempladas noções de percepção ambiental e de risco, relação entre percepção de risco e capacidade de reação (complementaridade entre características ambientais, pessoais e sociais), fatores que influenciam comportamentos favoráveis às advertências tais como evidências do meio ambiente que influenciam percepção e resposta; lugar social; vínculo social; posição na estrutura social; atributos psicológicos; idéias preconcebidas sobre riscos e, percepção como ferramenta metodológica (análise de discurso, diagnóstico descritivo, estratégia de gestão e informação, educação ambiental, etc).


Palavras-chave


psicologia ambiental, desastre, emergência, risco

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2009v18n2p37

Direitos autorais 2009 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com