As múltiplas leituras sobre a produção do espaço urbano em Maringá/PR

Pacelli Henrique Martins Teodoro, Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

Resumo


No atual período, o Estado se apresenta, junto ao capital, como um dos principais produtores, transformadores e modeladores das cidades, os quais são responsáveis por grande parte de suas novas configurações negativas, repletas de contradições entre o ambiente e a sociedade. Desta maneira, o presente estudo teve como finalidade realizar múltiplas leituras sobre a produção do espaço urbano de Maringá/PR, em especial no dito período, tendo como base a espacialização dos indicadores de qualidade pluvial urbana, proposta por Teodoro (2008). Baseado numa extensa bibliografia, foi realizado um resgate histórico sobre o urbanismo maringaense, discutindo as bases teóricas das cidades-jardins e da Carta de Atenas, assim como suas influências na atual configuração da cidade. Por meio de múltiplas leituras, a cidade de Maringá foi analisada segundo sua reestruturação urbana e, concomitantemente, seus impactos urbanos, evidenciados pela referida carta. Com base nessas leituras, puderam-se explicar os motivos da presença marcante de certos tipos de impactos no presente espaço urbano; embora fora previamente planejado. Contudo, verificou-se que seu projeto original não seguiu, fielmente, todos os pressupostos das bases teóricas, além de ter sofrido, ao longo dos anos, significativas alterações, pelas ações das especulações imobiliárias e displicências das administrações municipais.


Palavras-chave


Urbanismo; Reestruturação urbana; Impactos urbanos; Maringá

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2010v19n1p143

Direitos autorais 2010 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com