Pela práxis de processos erosivos em vertentes: da causa à prevenção por meio da educação ambiental

Guilherme Alves Oliveira

Resumo


O escopo central desta pesquisa esteve pautado na relação entre o conhecimento e a tecnologia informacional, tendo como problemática as dinâmicas dos processos erosivos em vertentes justapostos a ótica da sensibilização e conscientização oriundas dos fundamentos da educação ambiental. A abordagem pelo viés dos fenômenos geomorfológicos, estritamente os processos erosivos, auxiliaram o desenvolvimento de uma perspectiva de análise sobre as mais distintas situações e elementos de gênese que compõe os processos morfoesculturantes em sua complexidade. Decorrente destas propostas, os segmentos da Educação Ambiental tornam-se explícitos quando o objetivo de toda a pesquisa esta direcionado para uma relação mais entrópica entre sociedade e ambiente, por meio, de uma perspectiva de sensibilização e conscientização ambiental. Os eixos da pesquisa se confluem diretamente na construção da proposta final e abalizadora que busca a informação e conscientização ante aos processos erosivos em vertentes. Esta proposta se refere à produção de uma animação vista como um material digital livre, que elenque a gênese dos processos erosivos e os fatores antrópicos inerente a estes.O processo aplicado ao desenvolvimento da pesquisa se instituiu através de uma espécie de triunvirato metodológico, elencando de uma maneira concomitante a apresentação de oficinas expositivas acerca de processos erosivos aos alunos do Colégio Estadual Vicente Rijo e discentes do curso de Geografia da Universidade Estadual de Londrina, A elaboração e aplicação de uma maquete dinâmica que simule os agentes erosivos em uma vertente utilizando materiais de baixo custo e por fim a elaboração de uma animação digital desenvolvida através da metodologia sequencial 24fps, fazendo uso de softwares como o Adobe Flash para a produção e Adobe Premiere para edição. Em termos dos resultados alcançados, o distanciamento da exposição estática veio como o principal critério de escolha para um desenvolvimento audiovisual como recurso, pois este campo informacional amplia a percepção do espectador ante aos conhecimentos e simulações apresentadas, despertando assim uma relação cenestésica atrelada ao objetivo científico pretendido, alçando a proposta de criar um conteúdo audiovisual com a finalidade de proporcionar à alunos e segmentos da sociedade, a sensibilização e conscientização ante aos processos erosivos, fazendo com que o expectador possa vivenciar as dinâmicas morfoesculturais e compreendêlas através de uma linguagem cognitiva fluída e didática. Por fim, as dinâmicas apresentadas refletem a incursão dentre a Geomorfologia e os processos erosivos em vertentes expressos como centro de objeto de estudo e transpostas aos alicerces da Educação Ambiental fornecendo os conceitos e meios de sensibilização e conscientização ambiental, embasando os indivíduos sobre as dinâmicas ambientais, a atuação antrópica e por fim demonstrando que todos os componentes e demais dinâmicas que os cercam são coesos e interligados garantindo não só a um agente, valores que induzam a uma relação mais harmônica entre o indivíduo e o ambiente.

Palavras-chave


Geomorfologia; Educação ambiental; Processos erosivos

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com