Variáveis epidemiológicas intervenientes na ocorrência da hanseníase no Município de Guarapuava, PR

Glauco Nonose Negrão, Iara Rodrigues Vieira, Elisa Midori Yamaguti Katayama, Marlene Terezinha Borecki

Resumo


A hanseníase é uma doença de notificação compulsória e investigação obrigatória, considerada problema de saúde pública no Brasil; de caráter infecto contagioso crônico causada pela Mycobacterium leprae, manifestando-se por sinais e sintomas dermatoneurológicos, favorecida por más condições de vida, desnutrição e insalubridade ambiental. O objetivo deste trabalho é analisar a distribuição espacial e focos de hanseníase em Guarapuava/PR entre 2001 a 2013, conforme levantamento preliminar de dados junto à Secretaria Municipal de Saúde, com a equipe de referência no Atendimento das Ações de Controle da Hanseníase - AMPDS (Ambulatório Municipal de Pneumologia e Dermatologia Sanitária). Foram diagnosticados 394 casos novos residentes no município, sendo considerados para este estudo 331 casos no perímetro urbano para estabelecimento de Sistemas de Informações Geográficas, sendo avaliadas por atividades in loco 56 residências quanto à faixa etária até 15 anos, recidiva e predominância da forma tuberculóide. Observa-se uma tendência descendente do coeficiente de incidência populacional e nas faixas etárias entre 0 a 15 anos entre 2001 a 2013, indicando a diminuição de expansão da endemia na área proposta de estudo. A doença é endêmica no município e persistem focos da hanseníase em bairros específicos devido às condições ambientais insalubres, indicadores socioeconômicos associados à pobreza e provável subnotificação. Medidas de operacionalização adotadas pelo AMPDS, do município de Guarapuava/PR vêm auxiliando os pacientes portadores da hanseníase pelo diagnóstico precoce, tratamento e acompanhamento individual dos casos; e na detecção ativa em possíveis fontes de infecção pelo Mycobacterium leprae. A análise da distribuição espacial da hanseníase utilizando técnicas de SIG mostrou-se eficaz para o entendimento epidemiológico da doença no município.

Palavras-chave


Epidemiologia; Geografia da saúde; Saúde coletiva.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2016v25n2p110

Direitos autorais 2017 GEOGRAFIA (Londrina)



 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com