Dinâmica e morfologia do canal de confluência dos rios Paraná e Paranapanema pelo método de mapeamento temporal

Renato José Paes, José C. Stevaux, Mário L. Etchebehere, Isabel T. Leli

Resumo


Este trabalho apresenta o estudo da dinâmica e morfologia de canais de confluência tendo como exemplo dois grandes rios tropicais o rio Paraná e o rio Paranapanema.O estudo propõe uma metodologia, ainda que semi-quantitativa, bastante atraente uma vez que é de fácil aplicação e de baixo custo e que se baseia na comparação de mapas batimétricos em diferentes momentos do regime de vazões (águas altas e baixas). Para isso foi utilizada uma ecossonda acoplada a um computador portátil por meio do qual se geraram mapas batimétricos detalhados. Foram também coletadas amostras do material do leito para comparar o material transportado pelos canais e confrontar os dados com os mapas. Os mapas batimétricos revelaram que a morfologia dos canais apresentou modificações pequenas, mas significativas com ligeira alteração na granulometria da carga de fundo (areia média e grossa). Algumas hipóteses são levantadas para explicar as alterações morfológicas que giram em torno do controle de fluxo e ajuste do canal devido à instalação das represas de Porto Primavera e Rosana.

 

 


Palavras-chave


Mapas Batimétricos; Confluência; Rio Paraná; Rio Paranapanema; Impacto

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2008v17n2p37

Direitos autorais 2009 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com