Editorial e Sumário

Edison Archela

Resumo


Neste terceiro número de 2011, contamos com um total de doze trabalhos, sendo que nove deles estão voltados para a temática ambiental, dois para a área de ensino e um sobre geografia cultural. No primeiro trabalho é apresentada uma síntese da evolução da Geografia Cultural acompanhada de breve análise deste campo de pesquisa. O segundo texto apresenta o resultado de um ensaio metodológico de alfabetização cartográfica no Ensino Fundamental. Na mesma linha do Ensino de Geografia o terceiro trabalho procura teorizar a relação entre a formação inicial dos professores de Geografia que atuam no ensino médio, a partir de experiência numa escola pública no interior do estado do Ceará. Contribuições voltadas à questão do meio ambiente dominam o presente número da Revista GEOGRAFIA. O primeiro deles busca identificar e avaliar a fragilidade ambiental da bacia do rio Pequeno em São José dos Pinhais (PR). O mesmo tema é abordado em outro trabalho para caracterização ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Almada, no estado da Bahia. A aplicação de ferramentas de geoprocessamento (SIG) tem permitido interessantes avanços nos estudos ambientais. É o que podemos conferir nos próximos trabalhos: no primeiro, é apresentado um mapeamento do uso e ocupação do solo no município de Teofilândia, também localizado no estado da Bahia; no segundo, é desenvolvida uma caracterização da situação ambiental do município de Salvador do Sul, no estado Rio Grande do Sul. Na seqüência, é apresentada uma proposta de zoneamento ambiental, com vistas a subsidiar a implantação de um plano de manejo para uma futura reserva natural particular na cidade de Itaara, também no estado do rio Grande do Sul. Seqüencialmente, a mesma temática (SIG) é explorada num trabalho realizado em Palma Sola, estado de Santa Catarina, cujo intuito foi subsidiar a certificação ambiental do setor florestal de uma empresa local. Ainda, o emprego de sistema de informação geográfica conjuntamente com a exploração de mapas temáticas, aproveitando metodologia proposta por Simielli (1981), permitiu um interessante estudo da distribuição espacial dos estabelecimentos públicos de saúde em Birigui, no estado de São Paulo. Outra interessante contribuição, utilizando-se da cartografia temática e estatística básica, permite o vislumbre territorial detalhado e estatístico da violência urbana decorrente dos acidentes de trânsito (focado nas motocicletas) no perímetro urbano de Londrina, no estado do Paraná. Finalizando este número da revista e coroando a temática ambiental, temos um interessante trabalho de abordagem teórica das interações ambientais entre nutrição de plantas e microrganismos. Vale a pena conferir!


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2011v20n3p001

Direitos autorais 2013 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com