Aporte antropogênico de metais pesados em sedimentos de corrente de áreas de lixão, urbanizadas e agrícola, em Parelhas-RN, região semiárida do Brasil

Jane Azevedo de Araújo, Raquel Franco de Souza

Resumo


O objetivo deste trabalho foi investigar o aporte antropogênico de metais pesados para o meio ambiente na área de influência do lixão do município de Parelhas/RN e em um trecho do rio Seridó, em áreas de lixão, urbanizadas e agrícolas. As determinações das concentrações de Alumínio (Al), Cádmio (Cd), Cobre (Cu), Chumbo (Pb), Cromo (Cr), Ferro (Fe), Níquel (Ni) e Zinco (Zn) nas amostras de sedimentos coletados foram realizadas por Espectrofotômetro de Absorção Atômica – AAS-CHAMA. Os Índices de Geoacumulação (IGEO) variam de não poluído para Al, Ni e Pb, e não poluído a moderadamente poluído para Cd, Zn, Cr, Cu e Fe. O ponto mais próximo ao lixão (PC3.1) foi classificado como não poluído a moderadamente poluído para Cr e Fe. Há enriquecimento em Cd, porém não é significativo. O Fator de Enriquecimento (FE) forneceu uma informação adicional para o Açude Caldeirão, que apresenta enriquecimento moderado para Pb, Cr, Fe e Zn em seus sedimentos. Tanto o IGEO quanto o FE mostram diminuição em seus valores à medida que os sedimentos de corrente foram coletados em locais mais distantes da cidade de Parelhas (PS3 à PS2 à PS1).


Palavras-chave


Sedimentos de corrente; Índice de Geoacumulação; Fator de Enriquecimento; Açude; Parelhas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2447-1747.2012v21n3p5

Direitos autorais 2013 GEOGRAFIA (Londrina)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Locations of visitors to this page

 

Geografia (Londrina)

ISSN: 0102-3888

E-ISSN: 2447-1747 

E-mail: revista.geografia.uel@gmail.com