APROPRIAÇÃO CULTURAL ANTROPOFÁGICA E AS MÁSCARAS BRANCAS DO RACISMO INDIGESTO

Charles Nunes Bahia

Resumo


O presente artigo busca tecer um paralelo entre os ideais filosóficos de Oswald de Andrade e Franz Fanon. Para tanto, o conceito oswaldiano de antropofagia e a metaforização fanoniana das máscaras brancas em peles negras cruzar-se-ão num ponto de interseção marcado pelos meandros de uma apropriação cultural não antropofágica, pois geradora de um racismo indigesto.


Palavras-chave


Antropofagia. Apropriação Cultural. Máscaras brancas. Racismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br