Os animais e a alteridade em Os colegas (1972), de Lygia Bojunga

Adriana Falqueto Lemos

Resumo


A alteridade, aqui entendida como produto da interação com o outro (o diferente de mim) – e levando-se em conta seu contexto específico, é tomada como enfoque na leitura de <i>Os colegas</i> (1972), de Lygia Bojunga. A intenção é compreender como, por meio da escrita, Bojunga apresenta o outro ao seu jovem leitor. A metodologia empregada na pesquisa é bibliográfico-documental, com a análise tanto textual quanto material do corpus formado pelo livro, entremeada a estudos culturais, como da história cultural, da alteridade e do animais.

Palavras-chave


Lygia Bojunga; Alteridade; História cultural; Animais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br