Símio verossímil: análise do conto “Um relatório para uma academia”, de Franz Kafka

Lunara Abadia Gonçalves Calixto

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar o conto “Um relatório para uma academia”, de Franz Kafka, abordando aspectos que envolvem a memória e o esquecimento na narrativa como forma de transmissão de experiências, e também como busca da constituição da própria identidade, a partir da perspectiva do narrador Pedro Vermelho, um símio que foi “hominizado” depois de viver situações traumáticas. Por meio do relato do símio, há a ironia kafkiana de que todos somos animais que aprendemos a ser “humanos” somente depois de adequar-nos às situações opressoras da sociedade: o símio narrador apresenta-se como o nosso “eu humano” verossímil.

Palavras-chave


Narrativa; Memória; Animal; Kafka.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br