Considerações sobre ética e estética na crônica de Lima Barreto

Dirlenvalder do Nascimento Loyolla

Resumo


O artigo organiza um estudo sobre a relação do escritor Lima Barreto com a Filosofia; para tanto, leva em consideração a sua produção enquanto cronista e seu modo peculiar de discutir temas ligados às dimensões do Ético e do Estético na arte. Afeito à reflexão filosófica, Barreto tinha grande admiração pelo filósofo Jean-Marie Guyau, cujo pensamento influenciou consideravelmente o escritor brasileiro. Nessa perspectiva, a partir da análise da relação entre o pensamento de Guyau e o de Barreto sobre o fenômeno artístico, cumpre observar a consequente ojeriza de Lima Barreto pelos pressupostos estéticos do Modernismo de 1922.


Palavras-chave


Lima Barreto; Crônica; Jean-Marie Guyau; Ética.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, M. de. Aspectos da literatura brasileira. 5. ed. São Paulo: Martins, 1974.

BARBOSA, F. de A. A vida de Lima Barreto. 9. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2003.

BARRETO, L. Clara dos Anjos. São Paulo: Brasiliense, 1956. (Volume V)

––––––. Correspondência. Ativa e passiva. 2o tomo. São Paulo: Brasiliense, 1956. (Volume XVII)

––––––. Diário íntimo. São Paulo: Brasiliense, 1956. (Volume XIV)

––––––. Marginália. São Paulo: Mérito, 1953.

______ . Toda crônica. Apresentação e notas de Beatriz Resende e Rachel Valença. Rio de Janeiro: Agir, 2004, v. 1.

––––––. Toda crônica. Apresentação e notas de Beatriz Resende e Rachel Valença. Rio de Janeiro: Agir, 2004, v. 2.

––––––. Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá. São Paulo: Brasiliense, 1956. (Volume IV)

BOSI, A. História concisa da literatura brasileira. 43. ed. São Paulo: Cultrix, 2006.

BOURDIEU, P. A distinção: crítica social do julgamento. Trad.: Daniela Kern; Guilherme J. de Freitas Teixeira. 2. ed. Porto Alegre: Zouk, 2011.

FERNANDES, A. H. C. Bagatelas em perspectiva. Lima Barreto – crônicas anotadas. Campinas: UNICAMP, 2010. (Dissertação de Mestrado)

GUYAU, J.-M. A arte do ponto de vista sociológico. Tradução de Regina Schöpke e Mauro Baladi. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

LUCAS, F. O caráter social da literatura brasileira. 2. ed. São Paulo: Quíron, 1976.

MÁRIO DE ANDRADE. Mestres da Literatura. Disponível em: . Acesso em: 18 de janeiro de 2013.

MORAES, M. A. de. Coelho Neto entre os modernistas. Revista Literatura e Sociedade. São Paulo: Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da USP, n. 1, 1996, p. 102-119.

OAKLEY, R. J. Lima Barreto e o destino da literatura. São Paulo: Editora UNESP, 2011.

PEREIRA, A. “Lição de Lima Barreto”. Crítica impura. Autores e problemas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1963, p. 263-265.

PEREIRA, L. M. Prosa de ficção – história da Literatura Brasileira – de 1870 a 1920. Belo Horizonte: Itatiaia, 1988.

PRADO, A. A. Itinerário de uma falsa vanguarda. Os dissidentes, a Semana de 22 e o Integralismo. São Paulo: Editora 34, 2010.

SÁ, A. Q. G. T. de. Jornalismo e crítica literária: dos rodapés aos tratados. VI ENECULT – Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura. Salvador, 25 a 27 de maio de 2010, Facom/UFBa. Disponível em: Acesso em: 12 de março de 2017.

SAID, E. Representações do intelectual. As conferências Reith de 1993. Trad.: Milton Hatoum. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

SOUZA, R. A. de. Crítica literária: seu percurso e seu papel na atualidade. In: Floema. Ano VII, n. 8, p. 29-38, jan./jun. 2011.


Apontamentos



Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br