O ideal de formação do homem de Letras em Lima Barreto: Recordações do escrivão Isaías Caminha, Triste fim de Policarpo Quaresma e Vida e morte de M. J. Gonzaga de Sá sob a perspectiva do romance de formação

Daniel Rochebois Quintão

Resumo


O artigo que se segue pretende demonstrar como as três maiores obras de Lima Barreto3, (Recordações do Escrivão Isaias Caminha (1909), Triste fim de Policarpo Quaresma (1915) e Vida e Morte de M. J Gonzaga de Sá (1919), formam um grande Bildungsroman brasileiro. Assim sendo, a abordagem aqui não será tradicional, pois não analisaremos a evolução de um personagem apenas, mas de três que caracterizam a evolução do ideal humano do escritor, do homem de letras, retratada na gradação espiritual dos heróis edificados por Lima Barreto (que dão nome aos livros).

 


Palavras-chave


Bildungsroman; Lima Barreto; Homem de letras.

Texto completo:

PDF

Referências


BARRETO, Lima. Recordações do Escrivão Isaías Caminha.

São Paulo: Brasiliense, 1956.

________. O Triste fim de Policarpo Quaresma. Ministério da cultura. Fundação Biblioteca Nacional. Departamento Nacional do livro.

________. Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá. São Paulo: Edição da Revista do Brasil, 1919.

________. Prosa Seleta. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2001.

CARPEAUX, Otto Maria. História da literatura ocidental. 3.ed. Brasília : Senado Federal, Conselho Editorial, 2008.

CURY, Maria Zilda; WALTY, Ivete. Intelectuais e espaço público. Revista da Anpoll: Espaço público e linguagens, n. 26, 2009, p. 221 – 232.

_______. Intelectuais vida pública. Belo Horizonte: Faculdade de Letras, 2008.

GEHARD, Mellita. 1926. Der deutsche Entwicklungsroman bis zu Goethes "Wilhelm Meister". Halle/Saale: M. Niemeyer.

GOETHE, Johann Wolfgang von. Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister. São Paulo: Editora 34, 2009.

GRAMSCI, Antônio. Os intelectuais e a organização da Cultura. Trad. Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1995.

LUKÁCS, Georg. A teoria do romance. Tradução José Marques Mariani de Macedo. São Paulo: Ed 34, 2004.

MAZZARI, Marcus Vinicius. Romance de Formação em Perspectiva Histórica: O Tambor de Lata de Günter Grass. São Paulo: Ateliê Editorial, 1999.

______. Labirintos da aprendizagem: Pacto faústico, romance de formação e outros temas de literatura comparada. São Paulo: Ed.34, 2010.

REZENDE, Beatriz. Lima Barreto: a opção pela marginália. In: SCHWARZ, Roberto (Ed.). Os pobres na literatura brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1983. pp. 73-78.

______. Lima Barreto e o Rio de Janeiro em fragmentos. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 1993.

SAID, Edward W. Representações do intelectual. Trad. Milton Hatoum. São Paulo: Companhia das letras, 2005.

SARTRE, Jean-Paul. Em defesa dos intelectuais. Trad. Sergio Goes de Paula São Paulo: Ática, 1994.

WALTY, Ivete Lara Camargos. O intelectual e as minorias. In: Suplemento Literário. Belo Horizonte: Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerais/Brasil. Jul., 2001, n.73. pp.17-25.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br